A origem do Hip Hop


Hoje em dia, o Hip Hop é conhecido em praticamente todo lugar do mundo, qualquer pessoa hoje em dia já teve contato com o hip hop seja: fazendo parte da sua cultura, conhecendo algum adepto, ou tendo visto algo sobre o hip hop nas mídias sociais.
Mas para que hoje o Hip Hop se tornasse o sucesso que é, foi preciso que alguém o idealizasse. Tudo tem um início, há várias histórias sobre como surgiu o Hip Hop mas a mais aceitável pela maioria é a de que ele foi criado pelo Disc-jockey Afrika Bambaataa, considerado por muitos como o pioneiro do Hip Hop.

O hip-hop surgiu por volta da década de 70 como um movimento cultural entre os latino-americanos, os jamaicanos e os afro-americanos da cidade de Nova York, precisamente no sul do Bronx.

Afrika Bambaataa fundou a Zulu Nation em 12 de Novembro de 1973, que é uma ONG que visa ajudar tais jovens por meio da cultura Hip Hop.


No início da ONG, Bambaataa queria ajudar aos jovens que procuravam sair da vida de crimes, mas o único assunto que Afrika Bambaataa dominava com maestria era o dos 3 elementos fundamentais do Hip Hip: o Break, Discotecagem e Graffiti . E foi exatamente o que ele usou para chamar os jovens, com isso a ONG começou seus projetos e os jovens que começaram a frequentar a ONG puderam ver que a “vida das ruas” não era tudo, e que também era possível crescer no meio musical. Nas reuniões da ONG, os jovens, além de aprenderem sobre música, também eram submetidos a “aulas” que explicavam sobre economia, prevenção de doenças, etc.


Foi ai que, junto com DJs “Kool Herc” e “Grand Master Flash”, criou o Movimento Cultural Hip Hop, que tinha 4 elementos como princípios: MC, DJ, B.Boy e Graffiti. O Hip-Hop logo popularizou-se pelo mundo e sua cultura ficou evidente por onde passou.
Afrika Bambaataa
As quatro vertentes do hip-hop ficaram assim estabelecidas como uma forma alternativa para um mundo estruturado, onde cada pessoa poderia representar um papel específico. A filosofia subjacente a este movimento cultural era a de existirem disputas com base na criatividade e não com recurso à violência e às armas.

 E com um início simples, o Hip Hop se tornou algo imenso hoje, o Hip Hop é bem mais do que uma cultura ou um simples termo. O Hip Hop se tornou um estilo de vida, se tornou filosofia, alcançando e transpondo barreiras muito além do que qualquer um poderia ter imaginado em seu início.

Compartilhe no Google+

Sobre Acacio B. Faria

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: